Alerta: Vizinho negocia eletrônicos mais baratos em Curitiba e desaparece com dinheiro nas mãos

Homem usou desculpa de que produtos eram apreendidos pela Receita no bairro Cristo Rei
Resultado de imagem para estelionatário
Imagem: Correio Lageano
Após negociar eletrônicos com vizinhos em um prédio do bairro Cristo Rei, em Curitiba, um homem desapareceu com o dinheiro do frete já em mãos. Conhecido como “Golpe do Chute”, o objetivo do crime é negociar falsas mercadorias, com a desculpa de que os produtos foram apreendidos pela Receita Federal, e convencer um número de pessoas a concordar com o pagamento antes do sumiço.

De acordo com uma vítima do crime, o vizinho chegou a dar um prazo de dez a doze dias para a entrega, mas ele ainda os “enrolou” um tempo antes de ser despejado. “A gente nunca imaginou que um colega de porta poderia fazer isso. Eu bati na porta dele e realmente os preços eram atrativos, mas ele disse que precisava do dinheiro do frete”, comentou.

Entre os produtos encomendados pelos vizinhos estão iPhones, notebooks, MacBooks e até mesmo uma televisão 65 polegadas. Entre as vítimas, estão dois porteiros, que também realizaram boletim de ocorrência. Para o frete, os moradores arrecadaram R$ 5 mil, mas nunca receberam os produtos.

Como a polícia sabe quem cometeu o crime, o caso é investigado pelo 6° Distrito Policial. O suspeito foi despejado recentemente pelo não pagamento de pensão.

Alerta

A delegada Vanessa Alice, da Delegacia de Estelionato de Curitiba, explicou à Banda B que o consumidor precisa estar muito atento no momento da compra e o primeiro motivo é o valor. “Quando é muito baixo, desconfie. Em um segundo momento, também temos a insistência do vendedor. É sempre melhor comprar em lojas, com a garantia”, disse.

Com informações do Site Banda B e de fonte sigilosa.

Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário