Grupo oferece R$1.000 por hostilidade contra Ciro Gomes

Ciro Gomes: ministro vai avaliar possibilidade de abrir processo contra Movimento Endireita Brasil (Marcello Casal Jr./AGÊNCIA BRASIL/)

O Movimento Endireita Brasil, a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff, postou em sua conta no Twitter uma proposta, no mínimo, questionável.

A mensagem, apagada do perfil oficial, oferecia um pagamento de R$ 1.000 para quem hostilizasse o ex-ministro Ciro Gomes, do PDT, enquanto ele jantava em um restaurante de São Paulo na sexta-feira.

“O Ciro Gomes foi visto agora no restaurante Due Cuochi, do Itaim, tomando um Barolo de centenas de reais a garrafa. Se alguém estiver perto, hostilize o cara. Mas ele é esquentadinho, filmem. O MEB paga R$ 1000 pelo vídeo”, dizia o post.

A assessoria do ex-ministro, procurada pelo Estado de S. Paulo, comentou apenas que ele tomou gin tônica e teve uma noite agradável.

Ciro Gomes teria resolvido seguir no local, mesmo com os assessores tendo o alertado da mensagem. A possibilidade de abertura de um processo será analisada.

Tuítes podem ser conferidos aqui em texto na íntegra da Exame



source https://www.blogdobg.com.br/grupo-oferece-r1-000-por-hostilidade-contra-ciro-gomes/
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário