Profano e Sagrado: Marista lembra princípios cristãos após barraco causado por figurinha vendida a 40 reais

O Colégio Marista emitiu nota destinada aos pais ou responsáveis pelos alunos após a contenda entre duas mães nessa segunda-feira.

Conforme apurou o blog, dois alunos comercializaram uma figurinha da Copa por R$ 40,00. Quando a mãe do aluno que adquiriu a peça chegou ao colégio para apanhar o filho, recusou-se a aceitar que as crianças já assimilaram a lei de mercado, aquela segundo a qual tão mais escasso o item, mais caro.

Movida pela contrariedade sobre a transação, a mulher rasgou o álbum da criança.

Só que a mãe do menino cujo álbum foi picotado chegou na sequência.

Instalou-se o caos na portaria da Rua Apodi do colégio baseado no sonho de São Marcelino, ícone da verdade e da justiça na cronologia cristã.

Como cada mãe achou que tinha a verdade e a justiça a seu lado, resolveram medir qual verdade e justiça prevalecia mais.

Saíram nos tapas.

E ao Marista restou a nota que segue abaixo:

“A educação marista, empenhada na luta por justiça, paz e por estruturas de solidariedade, valoriza o indivíduo como sujeito de direitos e cria oportunidades para seu acesso espaço-tempos sociais, culturais e educacionais.
(Projeto Educativo do Brasil Marista, p.26).

Prezados Pais e/ou Responsáveis,

O Colégio Marista de Natal, inspirado no sonho de São Marcelino Champagnat de educar amorosamente as crianças, os adolescentes e os jovens de todas as “dioceses do mundo” tornando Jesus Cristo conhecido e amado, preza por oferecer um serviço educacional e evangelizador de excelência.

Exatamente em razão disso, a cada profissional desta casa é confiada a responsabilidade pela missão do Instituto Marista de formar “bons cristãos e virtuosos cidadãos” por meio de intervenções pedagógicas conscientes, pacíficas, focadas na presença, no amor, no respeito, na solidariedade e no aprender convivendo e fazendo.

Queremos nossos estudantes cada vez mais protagonistas, envolvidos, comprometidos e focados em seu processo de aprendizagem, e interagindo com o que lhes é próprio e de sua responsabilidade junto à escola – imersos em uma educação contemporânea que articula espaços focados na aprendizagem, expandindo o seu potencial criativo, em todas as suas possibilidades e competências.

Tendo em vista essa premissa, queremos contar com o apoio e a parceria dos Pais e/ou Responsáveis, no discernimento quanto à orientação dos estudantes acerca dos objetos ou brinquedos que devem ser trazidos para a escola e quando devem trazê-los.

Sobre isso, devem ser seguidas as orientações do “Guia do Aluno 2018”, além do que foi combinado com os educadores sobre o dia em que o brinquedo fará parte da rotina pedagógica, cujo objetivo é promover a socialização, o respeito, a cooperação, bem como de tornar um ambiente agradável e pacífico, de integração entre os estudantes, incentivando o manuseio correto e o empréstimo dos brinquedos.

Orientamos, ainda, a TODA A COMUNIDADE EDUCATIVA que evite trazer para a escola álbuns, figurinhas e/ou objetos semelhantes, a fim de se preservar um ambiente educacional pacífico e de maior concentração e aproveitamento acadêmico.
Sabemos que, principalmente para as crianças, tudo isso é muito divertido e atraente dada a proximidade do período da Copa do Mundo; mas, por serem crianças, elas não têm conseguido manter a atenção e o foco na construção do saber de modo satisfatório.

Cientes de que sempre contamos com a parceria das famílias no fortalecimento de nosso espaço de convivência e aprendizagem, solicitamos a todos vocês compreensão e colaboração para a manutenção de um ambiente educacional propício a um ensino cada vez mais intenso, cada vez mais Marista!
Que São Marcelino Champagnat e a Boa Mãe nos abençoem e caminhem conosco todos os dias de nosso fazer evangelizador e pedagógico!

Atenciosamente,

IR. JOSÉ DE ASSIS ELIAS DE BRITO
DIRETOR



source https://www.blogdobg.com.br/profano-e-sagrado-marista-lembra-principios-cristaos-apos-barraco-causado-por-figurinha-vendida-a-40-reais/
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário