Bebê deixada em saco de lixo no Vale Dourado foi achada graças a um gato

A mulher que salvou a bebê deixada em saco de lixo na Zona Norte de Natal, contou nesta segunda-feira como conseguiu encontrar o bebê. Ela optou por não se identificar, mas relatou – ao repórter Rogério Fernandes, da TV Ponta Negra – que inicialmente ouviu, por volta das 3h20, um choro de criança, por pelo menos cinco vezes. O caso aconteceu na madrugada de domingo (08).
Diante disso, a moradora do bairro de Nossa Senhora da Apresentação, resolveu sair à rua para ver o que acontecia. O choro continuava, mas ela não conseguia identificar de onde vinha. A mulher então chamou um de seus filhos e o vizinho, para ajudarem na busca. Só assim ela conseguiu encontrar a bebê deixada em saco de lixo na esquina da rua Astor dos Santos Dantas, próximo a um bueiro.

Mas houve um detalhe nessa história que fez toda a diferença. “Na hora do choro eu não sabia de onde vinha. Fiquei agoniada. Foi quando pedi a Nossa Senhora que me desse uma luz. Aí um gato veio e foi cheirar. Foi aí que eu vi a criança”, contou.

Outra testemunha do caso, que também preferiu não se identificar, disse que a bebê deixada em saco de lixo aparentava ter nascido naquele momento. E que foi um milagre sua vizinha ter ouvido o choro, porque do contrário, o bebê teria morrido. “Se Deus não tivesse usado ela, a criança teria morrido. Porque eram dois sacos, dado nó”.
O Serviço Móvel de Atendimento à Urgência (Samu) foi acionado logo após a recém-nascida dentro de saco de lixo ter sido encontrada. Nos vídeos das câmeras de segurança também é possível ver quando a viatura da Polícia chega ao local para registrar a ocorrência. A Polícia quer saber o responsável por bebê deixada em saco de lixo

Agora a investigação trabalhará apara descobrir quem foi o responsável pelo abandono da criança. Para isso os policiais vão se utilizar das imagens de câmeras de segurança disponíveis. O caso será investigado pela 9ª Delegacia de Polícia.

A menina está internada no hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal. De acordo com informações obtidas pelo OP9, ela está na UTI neonatal e seu caso é considerado de médio risco.

Outro detalhe da história envolvendo a mulher e a criança é que a salvadora não conseguiu ver o bebê. Ela disse estar louca para conhecer a recém-nascida. E tem até sugestão de nome para a criança: Vitória.

Portal OP9 Via Na Ficha da Polícia RN https://ift.tt/2pFbs82
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário