Anemia Ferropriva: Entenda a doença e saiba combatê-la

Resultado de imagem para anemia ferropriva pessoa com
Imagem: Eu sem fronteiras
A anemia é o quadro caracterizado pela redução no número de hemácias (eritrócitos) contidas em determinado volume sanguíneo ou pela concentração de hemoglobinas abaixo do nível considerado normal, resultado da falta de um ou mais nutrientes essenciais. 

A anemia ferropriva é condição de falta de ferro no organismo. Esse tipo de anemia é considerada a deficiência nutricional mais comum no mundo segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), atingindo principalmente crianças e mulheres. O ferro é uma substância vital ao organismo e sua representação é dada em cerca de 65% na composição da hemoglobina. 

Em casos de baixa concentração desse mineral no sangue, o transporte e o armazenamento do oxigênio são comprometidos, o que provoca problemas no funcionamento dos órgãos do corpo. Além disso, o ferro está envolvido em outros processos metabólicos essenciais para o funcionamento do organismo, sendo inegável a importância da presença de níveis normais do componente. 

Efeitos negativos 

Por ser essencial, a anemia pode ter impactos significativos no desenvolvimento e desempenho de alguns órgãos e sistemas. Alguns deles são: 

- Diminuição da capacidade de aprendizagem 
- Retardamento do crescimento 
- Apatia 
- Perda de habilidade cognitiva 
- Subpeso 
- Mortalidade perinatal 

Neste último, acredita-se que quando desenvolvida em gestantes, a anemia está associada à pelo menos 50% das mortes após e durante o parto. É possível que ela seja responsável pela morte de 1 dentre 5 parturientes. Por apresentar grande risco, é necessário manter-se atento aos sintomas. 

Alguns deles podem ser percebidos, mas como não são exclusivos da doença, apenas após consulta médica seguida de exames pode-se chegar à um diagnóstico objetivo e preciso da doença. 

Sintomas 

- Cansaço/ Fadiga 
- Falta de apetite 
- Palidez 
- Indisposição 
- Dificuldade de aprendizado (principalmente em crianças) 
- Morbidez 

Ao notar qualquer um deles, é necessária a visita à um médico para investigação das possíveis causas do problema. Em casos de anemia ferropriva, nem sempre é necessária a utilização de medicamentos. A alimentação pode ser usada como ferramenta para alavancar a absorção de ferro no organismo e consequentemente, trazer os níveis à normalidade. 

Alimentos ricos em ferro 

- Carne vermelha (Principalmente o fígado, rim e coração) 
- Carne de aves e de peixes 
- Mariscos crus 
- Agrião 
- Couve 
- Cheiro-verde 
- Feijões 
- Grão-de-bico 
- Lentilha 
- Grãos integrais 
- Castanhas e nozes 
- Alimentos enriquecidos com ferro 

É substancial que uma dieta balanceada seja seguida para a recuperação do organismo e que posteriormente, uma nova seja elaborada para que os parâmetros sejam mantidos. Continuar a ingerir alimentos ricos em ferro fazem bem à saúde e diminuem a chance do retorno da anemia. 

Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário