Após discussão, Sandro Pimentel diz que vai processar Cícero por difamação

O vereador Sandro Pimentel (PSOL), recentemente eleito deputado estadual, afirmou que irá processar o seu colega da Câmara Municipal de Natal, Cícero Martins (PSL), por difamação e por danos morais. Na última quinta-feira, 25, os parlamentares protagonizaram uma briga dentro do pleno da Casa. Em pronunciamento, Sandro criticou os ideias do candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), correligionário de Cícero Martins.

Cícero não gostou das queixas e iniciou uma série de ofensas contra Pimentel. “Caba de p…”; “Moleque” e “Bandido” foram apenas alguns dos xingamentos trocados pelos parlamentares. Além de proferir insultos, ele acusou Sandro de passar tempo em bares e, segundo contou o vereador do PSOL ao Agora RN, em bordeis.

“Ele cometeu crime. Fez acusações graves e que envolvem a minha família. O que ele fez foi difamação e eu não vou aceitar. Discussão política a gente pode ter a qualquer momento, mas não pode envolver meu lado pessoal e a minha família”, disse Sandro.

Sandro explicou que já contatou seu advogado, e que na próxima segunda-feira, 29, vai entrar com duas ações na Justiça contra Cícero Martins; uma por difamação e a outra por danos morais. “Foram descabidas as coisas que ele falou. O Cícero é desqualificado. Quando a gente não tem capacidade de diálogo e do contraditório, acaba indo para a baixaria e para o debate pessoal. Por mais dura que seja a discussão política, cada um defende suas ideias, isso é democracia. O que não se pode é entrar em agressão pessoal e falar do caráter das pessoas. Ele disse que eu vivo em barzinho e, fora das câmeras, em cabarés. Isso é agressivo demais. São coisas que ferem a democracia, e não vou aceitar”, finalizou.

Agora RN

Via DIÁRIO POTIGUAR - Notícias de Natal e Rio Grande do Norte https://ift.tt/2RPFxOp
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário