Estudos reafirmam combinações de imunoterapia com quimioterapia para o tratamento de diferentes subtipos de câncer de pulmão

Resultado de imagem para e câncer de pulmão


IMpower132 e IMpower133 comprovam benefício clinico e trazem novas perspectivas para o combate do câncer por meio da imunoterapia

São Paulo, setembro de 2018 – A Roche anunciou nesta semana, no World Conference on Lung Cancer (WCLC), principal congresso sobre câncer de pulmão do mundo, as conclusões positivas de dois estudos de fase III, IMpower132 e IMpower133, que testaram combinações de imunoterapia com Tecentriq® (atezolizumabe) para tratamento do câncer de pulmão, doença com uma das maiores taxas de mortalidade no mundo. 

As novas combinações visam aumentar as taxas de controle da doença a longo prazo, através da modulação do sistema imunológico do próprio paciente. Os dados do IMpower132 demonstraram que para o câncer de pulmão de células não pequenas do subtipo não escamoso, o uso simultâneo de Tecentriq (atezolizumabe) com quimioterapia à base de platina e pemetrexede reduziu em 40% o risco de progressão da doença ou morte em comparação à quimioterapia isolada.

Já no caso da doença extensa de câncer de pulmão de pequenas células – isto é, quando o tumor se espalha para o outro pulmão, gânglios linfáticos ou outros órgãos –, o IMpower133 apontou que a combinação de atezolizumabe com quimioterapia à base de carboplatina e etoposídeo aumentou significativamente a sobrevida global dos pacientes participantes – de 10,3 meses para 12,3 meses em relação à quimioterapia. Há mais de 20 anos não havia um resultado positivo para esse tipo de tumor. 

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Cãncer) ¹, os diagnósticos do câncer das vias respiratórias crescem cada vez mais – estimam-se 31.270 novos casos para cada ano do biênio 2018-2019¹. Todavia, as possibilidades de tratamentos inovadores também avançam, especialmente com a aplicação de possibilidades de combinações com imunoterapias. Os dados conclusivos dos estudos de fase III indicam o avanço da imunoterapia no combate a este tipo de câncer. "Após mais de 20 anos sem progressos relevantes, nos deparamos com resultados que expõem uma possibilidade de tratamento efetivo para uma doença que, até então, era difícil de ser controlada", diz Dr. Luiz Henrique Araújo, oncologista do INCA. 

¹ Fonte: Instituto Nacional de Câncer – Estimativa biênio 2018 -2019

Sobre a Roche

A Roche é uma empresa global, pioneira em produtos farmacêuticos e de diagnóstico, dedicada a desenvolver avanços da ciência que melhorem a vida das pessoas. Combinando as forças das divisões Farmacêutica e Diagnóstica, a Roche se tornou líder em medicina personalizada - estratégia que visa encontrar o tratamento certo para cada paciente, da melhor forma possível. É considerada a maior empresa de biotecnologia do mundo, com medicamentos verdadeiramente diferenciados nas áreas de oncologia, imunologia, infectologia, oftalmologia e doenças do sistema nervoso central. É também líder mundial em diagnóstico in vitro e tecidual do câncer, além de ocupar posição de destaque no gerenciamento do diabetes. Fundada em 1896, a Roche busca constantemente meios mais eficazes para prevenir, diagnosticar e tratar doenças, contribuindo de modo sustentável para a sociedade. A empresa também visa melhorar o acesso dos pacientes às inovações médicas trabalhando em parceria com todos os públicos envolvidos. Vinte e oito medicamentos desenvolvidos pela Roche fazem parte da Lista de Medicamentos Essenciais da Organização Mundial da Saúde, entre eles, antibióticos que podem salvar vidas, antimaláricos e terapias contra o câncer. Pelo oitavo ano consecutivo, a Roche foi reconhecida como a empresa mais sustentável do grupo Indústria Farmacêutica, Biotecnologia e Ciências da Vida pelos Índices Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI). Com sede em Basileia, na Suíça, o Grupo Roche atua em mais de 100 países e, em 2016, empregou mais de 94 mil pessoas em todo o mundo. No mesmo ano, a Roche investiu 9,9 bilhões de francos suíços em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e suas vendas alcançaram 50,6 bilhões de francos suíços. A Genentech, nos Estados Unidos, é um membro integral do Grupo Roche. A Roche é acionista majoritária da Chugai Pharmaceutical, no Japão. Para mais informações, visite www.roche.com.br.




source http://www.diariopotiguar.com.br/2018/10/estudos-reafirmam-combinacoes-de.html
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário