Pelo segundo ano consecutivo, MPRN pede interdição da Festa do Boi

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) expediu recomendação ao Corpo de Bombeiros para interditar a Festa do Boi 2018. O motivo da decisão é o fato de que não há tempo hábil para que as estruturas provisórias passem por vistoria e sejam liberadas pela corporação.

A 56ª edição da festa, realizada pela Associação Norteriograndense de Criadores (ANORC), está programada para começar amanhã, 12.

No documento, publicado hoje, 11, no Diário Oficial do RN, o MPRN explica que, sem a possibilidade de cumprir os trâmites operacionais e administrativos da inspeção, o público do evento pode estar exposto a um “ambiente de risco potencial”. A estrutura da Festa com parque de diversões, praça de alimentação, além de arenas de show e rodeio.

Essa é a segunda vez seguida que o Ministério Público faz esse tipo de recomendação. Em 2017, a Justiça acatou o pedido do MPRN e suspendeu a realização do evento, mas voltou atrás com a entrega dos documentos exigidos para o funcionamento das estruturas.

A reportagem do Agora RN entrou em contato com a ANORC, que declarou que a recomendação não tem relação com o que aconteceu ano passado e que esse é um “processo corriqueiro”, realizado todos os anos. Ainda de acordo da associação, a estrutura do parque já está legalizada e eles agora aguardam a última vistoria do corpo de bombeiros nas estruturas que ainda estão sendo montadas.

Agora RN Via Na Ficha da Polícia RN https://ift.tt/2pFbs82
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário