RESPEITE O PADRE SÁTIRO

Nem o padre Sátiro Cavalcanti Dantas, reserva moral e ética de Mossoró e do Rio Grande do Norte, está livre de pessoas desqualificadas que usam a internet para propagar a mentira, por desejos reprováveis.
Na manhã desta quinta-feira, 1º, o fake News atingiu o padre educador, com uma mensagem contra ex-alunos do Colégio Diocesano, como se fosse de sua autoria.
O texto que circula em grupos, repassado com a velocidade que a internet oferece, diz que o padre condena ex-alunos que apoiaram um “ditador” – suposta referência ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), e que por isso, havia “falhado como educador”.
Absurdo.
Padre Sátiro é uma referência na Educação do Rio Grande do Norte. Educou gerações, deu contribuição ímpar para a construção do ensino público, sendo, inclusive, condutor da luta pela estadualização e consolidação da Universidade do Estado (UERN).
Jamais julgaria alguém, muito menos ex-alunos por opção política e/ou qualquer outra.
Respeite o padre Sátiro.
No início da tarde, o religioso emitiu nota repondo a verdade.

Leia:
“Desmentido – Aos amigos e ao público em geral, informo que a mensagem que circula na internet a mim atribuída, são notícias inventadas, sendo assim, verdadeiras fake News. Diria como disse o Papa Francisco, quem sou eu para julgar, no caso de consciência dos meus ex-alunos, quanto às suas opções políticas. Com veemência, proclamo: FATO MENTIROSO EM SUA FONTE, LOCAL E PROTAGONISTAS. Cidadão, pense, sirva-se dos meios de comunicação apenas para a verdade. Deus nos proteja. Pe. Sátiro Cavalcanti Dantas.”

De fato


Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário