Lucena defende exonerações: “Deveriam ter sido feitas há muito tempo”

O vereador Fernando Lucena (PT) afirmou que a Câmara Municipal de Natal passará por um processo de exoneração total de seus servidores ainda neste ano. O parlamentar explicou que o ato é uma exigência do Ministério Público do Rio Grande do Norte, que quer um equilíbrio entre os cargos de carreira e os comissionados na Casa.

“Todo mundo será exonerado e depois haverá nomeações de acordo com a nova legislação que será votada ainda este ano. A exoneração de cerca de 450 cargos deverá acontecer no dia 20 de dezembro”, disse Lucena em entrevista à Rádio 96FM.

Na opinião do petista, a adequação “deveria ter sido feita há muito tempo”. Ele frisou que o plano já foi acordado entre Raniere Barbosa (Avante), atual presidente da Casa, e Paulinho Freire (PSDB), que comandará a Câmara Municipal a partir de 2019. A “reforma” na Câmara ainda prevê a extinção de cerca de 180 cargos.

“A Câmara não tem recursos para manter tudo isso. O Ministério Público quer equilíbrio entre os cargos de carreira e os comissionados. As exonerações vão acontecer em todos os gabinetes. Tem cargo na presidência, na Fundação Djalma Marinho… e o presidente vai liquidar tudo isso. A adequação é uma exigência do MP”, confirmou o vereador.

Agora RN

Via DIÁRIO POTIGUAR - Notícias de Natal e Rio Grande do Norte https://ift.tt/2RPFxOp
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário