SUSPEITO DE CHEFIAR FACÇÃO CRIMINOSA NO CEARÁ MANTINHA VIDA DE LUXO NO RN

Segundo a polícia, o suspeito tem extensa ficha criminal e atuação direta no tráfico de drogas, com papel de chefia.
Chefe de organização criminosa do Ceará mantinha vida de luxo no Rio Grande do Norte Foto: Polícia/ Divulgação
Policiais da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) prenderam um homem que ostentava vida de luxo em Natal, no Rio Grande do Norte (RN), suspeito de integrar uma organização criminosa do Ceará. Yago Steferson Alves dos Santos (26), conhecido como “Yago Gordão”, foi preso no RN, onde vivia em um flat de alto padrão, com vista privilegiada para a Praia de Ponta Negra.
Segundo a polícia, o suspeito tem extensa ficha criminal e estava com dois mandados de prisão em aberto por crimes cometidos em território cearense. Ele é apontado como um criminoso com atuação direta no tráfico de drogas e com papel de chefia dentro da organização criminosa.
"Aos 26 anos de idade, o suspeito já foi autuado ou indiciado pela Polícia do Ceará em seis procedimentos por homicídios, quatro por tráfico de drogas, dois por crimes de trânsito, um por ameaça, disparo de arma de fogo, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e um Termo Circunstanciado de Ocorrência por uso ou posse de drogas. Todas as passagens foram registradas em um período de seis anos, entre 2011 e 2017", informou a Secretaria de Segurança do Ceará.
As polícias civil do Ceará e do RN trabalham juntas nas investigações.
Durante seu depoimento a polícia, ele confessou que esteve no município de Fortim, a 132,7 quilômetros de Fortaleza, depois em Mossoró-RN, até se instalar na capital potiguar, onde ficou por cerca de um ano e meio.


DN
<


Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário